Palestra Bel Pesce em Joinville

Tempo de leitura: 10 minutos

Bel Pesce

Fui à palestra da Bel Pesce no dia 12 de novembro aqui em Joinville, e resolvi compartilhar com vocês algumas “sacadas” que ela passou contando a sua trajetória. (não reparem na foto..estava difícil olhar para qual câmera tínhamos que olhar kkk)

Bom, tinha umas 2 mil pessoas, e reparei que entre o público estavam muitos empresários, estudantes e funcionários de empresas. E ela agradou a todos, devido a sua simplicidade e autenticidade…

Foto panorâmica da Palestra da Bel Pesce em Joinville
Foto palestra da Bel Pesce em Joinville

Vou abordar alguns tópicos e comentá-los.

Tema da Palestra: Criando Oportunidades

Bom, ela citou primeiramente que devemos sempre estar presentes, ou seja, para as oportunidades surgirem precisamos estar onde nos interessa, ou na empresa que você quer trabalhar, ou na escola que você quer estudar… assim, ela deu exemplo de uma escola que era o sonho da vida dela entrar, mas na época não tinha condições financeiras para isso. E por estar sempre atenta ao que estava acontecendo, ficou sabendo da oportunidade de uma bolsa de estudos para os novos alunos. Assim, estudou muito e acabou entrando. Em pouco tempo viu a oportunidade de fazer estágio no departamento de matrículas da escola, primeiro observou como funcionava e começou a sugerir melhorias para que convertessem mais matrículas…em pouco tempo revolucionou o departamento 😮

Mas de nada adianta estar presente se você não estiver preparado para isso, então o sucesso é determinado pelas oportunidades mais o seu preparo prévio!

O que ela frisou bastante é que a reposta “NÂO” todos nós já temos, então qualquer coisa que você tente na vida o que vier é lucro, por isso não devemos ter medo de arriscar.

Outra frase interessante: ” Nenhuma pessoa atinge o sucesso sem relacionamentos”. Estar presente sempre e se relacionar é fundamental. E não precisa ser necessariamente pessoas da sua área, muitas oportunidades que ela teve foi porque tinha amigos que a indicaram para o chefe deles..

E pra se relacionar com essas pessoas você precisa saber conversar, dialogar, então ela defende que tenhamos uma educação em “T” e não em forma de “I”, ou seja, devemos saber um pouco de tudo, pode ser o mínimo, mas isso já vai despertar o interesse do ouvinte. Sempre que conversamos com alguém, por mais desinteressante que possamos achar o seu conteúdo, devemos prestar atenção , pois esse poderá nos agregar em algum momento de nossas vidas.

Desde o colegial ela aprendeu que devemos aprender o que nos é ensinado na hora, não deixarmos pra depois, por isso aprendia a matéria no dia que era ensinado, durante a própria aula, e depois não precisava ficar se matando pra estudar pra prova. Ou seja, ela aprendeu desde cedo a não PROCRASTINAR e FOCAR! E isso fez uma diferença absurda na vida dela.

Valorize o que você sabe: Numa entrevista de emprego ela conseguiu revertê-la…interrogou o entrevistador se ele podia fazer alguns desafios matemáticos com ela. Foi humilde e simpática dizendo: “vamos ver se consigo resolver algum”, e ela resolveu todos! Não preciso dizer qual foi o resultado disso, né? kkk

Valorize as oportunidades que você já tem: Muitas pessoas acham que pra serem empreendedoras precisam largar seus empregos, ter um negócio próprio e às vezes sonham em ser grandes empresários…Mas na verdade,  ser empreendedor é transformar seu próprio negócio, carreira, departamento em algo inovador, diferente do mercado! Então inove, seja criativo, busque novas oportunidades que agreguem ao seus serviços! (nossa, esse tópico já valeu a palestra inteira pra mim)

Oportunidades geram novas oportunidades: O caso mais legal que ela contou foi o de quando estava num estágio pela sua faculdade na bolsa de valores nos EUA…e chegou lá bem na época da “Bolha Imobiliária”, ou seja, seu estágio “gorou” . Seu chefe chegou pra ela e disse: “Bel, não tem o que fazer aqui, fica aí num canto que depois a gente inventa algo pra por no seu currículo” Agora, imaginem uma pessoa como a Bel , que é ligada no 220W , ficar parada sem nada pra fazer kkk. Daí, ela resolveu dar um “rolê” dentro dos corredores da bolsa e achou um cara que tinha um porta-retrato com uma foto do Rio de Janeiro…pensou: “Pronto, me achei!” Se apresentou e ele disse que a esposa e filhos eram brasileiros. Ela se ofereceu pra fazer xerox e até servir cafezinho! kkk. Aos poucos ele foi lhe dando funções e,quando percebeu, já estava com sua cadeirinha cativa ao lado dele…e isso começou a gerar muitas caras feias dos que estavam a sua volta, e ela não entendia o porque… Fora que percebeu que ele usava um anel igual ao dela! O anel de formatura da mesma faculdade! Isso formou um vínculo incrível entre eles…Até o dia em que descobriu que esse “cara” era o chefe do chefe do chefe dela!kkkk. Assim ela percebeu que ser acessível e disponível pode te trazer muitos bons resultados…ajudar aos outros sem interesse, simplesmente por poder ajudar! 😉

Autenticidade: Muitas pessoas deixam de ser autênticas com medo de perder o emprego, para ficarem “puxando o saco” de alguém. Mas se você perceber que sua empresa está tomando uma decisão que não deveria , por aceitar algo que você sabe ser prejudicial ou ineficaz , por que ficar com medo de expor suas ideias? Se você for sempre autêntico as oportunidades serão melhores pra você, pois existe pouca autenticidade no mundo, e isso vai demonstrar seu interesse, caráter e principalmente capacidade!

“Se o malandro soubesse como é bom ser honesto, ele seria honesto só por malandragem”

Encontre valor para o outro: Aqui ela citou um caso de um pai rico que queria matricular seu filho numa escola super requisitada e não conseguiu porque tinha uma fila de espera enorme… de forma arrogante ele falou pra funcionária: “Você sabe com quem está falando? Como ousa não permitir que meu filho estude ainda esse ano aqui? Sem falar em  outras grosserias…Até que ele resolveu falar direto com o diretor, mas em vez de ser arrogante , perguntou se a escola tinha algum departamento de informática para os alunos..isso no final da década de 80…e não tinha! Falou dos benefícios que os pais teriam em acessar a evolução de seus filhos e para os próprios estudantes…ate que o diretor perguntou: “Qual o nome do seu filho e qual a série dele?” O pai respondeu…”Esse é o problema!”  Já sabem o que aconteceu né? Óbvio que conseguiu a vaga.

Mantenha sempre o contato: Depois que você fez um bom contato deve manter um relacionamento para sempre. Também ficar “ligado” no que a pessoa está fazendo, postando, sua caixa de emails. Ela contou uma história de um colega que perdeu uma grande oportunidade por ter perdido o prazo de inscrição em uma bolsa. Quando verificou sua caixa de emails com a resposta prometida de um contato prévio, o prazo já tinha passado. (Se adequarmos a nós dentistas, o “share of mind” é implícito aqui. Nos mantermos na mente de nossos pacientes é fundamental  para mantê-los fiéis.

Perca o medo!: Você já parou pra pensar quantas oportunidades perdeu em sua vida devido ao seu MEDO? Medo de ser rejeitado, de receber um não, de não ser bem recebido… Como eu citei antes, o NÃO você já tem, então não custa tentar o SIM, pois o que vier é lucro! Ela contou que sempre que tem alguma dúvida, se imagina como uma velhinha, rodeada de netos que lhe perguntam:”Vó, do que você se arrepende em sua vida?” Daí, quando escuta a própria voz dando a resposta,  ela resolve agir para isso não acontecer! Ou seja, corre atrás. (em treinamento de coaching aprendi essa técnica com o nome de “Técnica do Funeral”, onde você se imagina em seu próprio funeral escutando o que as pessoas estão falando sobre você, além de você refletir sobre o que fez de sua vida! Essa técnica nos ajuda a perder o medo e agirmos mais)

Também contou como foi que ela conheceu o Flavio Augusto do Geração de Valor. Uma amiga tinha indicado a página do GV para ela seguir, na época tinha uns 30 mil seguidores aproximadamente (hoje tem mais de 2 milhões e 700 mil…). Quando estava nos EUA embarcando para Buenos Aires viu em seu celular o Flavio fazendo check-in no aeroporto de lá e indo pro mesmo destino…destino? Logo ela pensou,”Isso não deve ser coincidência”. Conseguiu o email pessoal dele com sua amiga e escreveu que queria conhecê-lo, se oferecendo para melhorar sua página (detalhe, não tinha nada para melhorar, foi só para chamar a sua atenção). Resumindo, ele também não a conhecia e ficou intrigado com ela (uma sacada, fazer as pessoas ficarem “intrigadas” com você ajuda muito!) Então respondeu u que poderiam conversar alguns minutos no hotel, durante seu café da manhã…e esses alguns minutos viraram horas, e assim surgiu essa grande parceria de amizade e empreendedorismo!

Agora vou deixar minhas considerações sobre o que eu achei da palestra da Bel.

Para atingirmos o SUCESSO, em primeiro lugar precisamos ter autoconfiança, conhecermos nosso potencial (expertise) e nos dedicarmos muito em nosso APRENDIZADO. Eu defino a Bel como uma pessoa FOCADA E DETERMINADA. Saber o que QUEREMOS (missão de vida, propósito) é fundamental para  definirmos nossas metas. Não se abater quando portas são fechadas, mas devemos usar estratégias para as situações reverterem a nosso favor. Devemos ser pessoas AUTÊNTICAS para que nossos ouvintes saibam realmente nosso potencial e a nossa essência, como caráter e personalidade. Não devemos ter medo de arriscar, de sairmos de nossa “zona de conforto”. Um bom empreendedor é uma pessoa visionária, que enxerga grandes oportunidades através dos relacionamentos que conquista.

Bom, vou deixar aqui alguns links pra vocês saberem um pouco mais sobre o trabalho dela.

Vale muito a pena seguir a “Menina do Vale!” 😉

Beijos e vamos criar juntos novas oportunidades!

http://belpesce.com.br/

http://www.caderninhodabel.com.br/

http://www.fazinova.com.br/ (imagine uma escola, pra qualquer pessoa, de qualquer idade, que te ajude a descobrir e desenvolver seus talentos e conectá-los com um mundo de oportunidades…)

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *